Se seu parceiro derrapa na cama, não faz por isso mal. É que o corpo masculino é diferente do nosso e ele precisa aprender os segredos do prazer feminino. Com carinho, ele vai tirar nota 10!

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

Ele não beija você nem acaricia ou explora seu corpo durante a transa. Chato, muito chato…

Aqui vale a dica de fazer nele o que quer que ele faça em você. Acaricie os cabelos dele, arranhe suas costas, beije a orelha, o pescoço e até os mamilos. Use e abuse das palavras e gemidos: “Sua boca no meu corpo me deixa louca!”. Ele vai entrar na sua dança.

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

Não estimula seu clitóris (ou toca nele de um jeito que não dá prazer). Problemão, hein!

Não existe outra maneira além de ensinar o beabá. “Se um homem sabe masturbar uma mulher, aprendeu com outra mulher”, diz Suely. Conduza a mão dele pelo clitóris, mostrando como gosta que os movimentos sejam feitos e a pressão exata de cada um. Ou masturbe-se na frente dele – é excitante e funciona!

Ele só faz movimentos curtos de vaivém e não se preocupa em variar as posições. Que tédio!

Se é ele quem está por cima, tente controlar a velocidade e a profundidade da penetração segurando o quadril do gato com as mãos. Troque de posição com jeitinho, virando para o lado, mexendo as pernas. Aproveite para dizer: “Vem cá, faz mais de ladinho, é tão gostoso!”.

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

Ele é apressadinho e não espera você atingir o orgasmo. E o pior: justo quando estava tão perto…

Calma, garota, até para isso tem solução! Se notar que o gato está chegando lá, reduza o movimento, dê um beijo nele, faça carinho e sussurre: “Espera só mais um pouquinho, eu estou quase lá e fico louca quando chego ao orgasmo com você”.

Ele pula as preliminares e vai direto para a penetração

Você toma as rédeas das preliminares, assumindo o comando e deixando-o louco, esperando a penetração. Faça uma massagem gostosa nele, vende seus olhos, dê beijos em seu corpo e mostre como você se delicia com isso. Combinem que na próxima vez é ele quem faz!

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

Não estimula seu ponto G (talvez nem saiba onde fica)

“Se você conhece seu corpo e sabe onde tem prazer, é mais fácil indicar para o parceiro, que fica bem perdido se o assunto é ponto G”, fala Suely. Experimente algumas posições ao mesmo tempo em que pergunta para ele: “Como você acha mais gostoso, assim ou assado?”. Depois, sugira: “Agora vamos fazer o contrário?”.

Não é chegado em sexo oral (ou não faz de um jeito gostoso)

Apele para a vontade dele de ser o guru do sexo e abra o jogo: fale como você atinge o orgasmo mais fácil com sexo oral. Se o gato estiver beijando seu corpo, tente conduzir, de leve, a cabeça dele lá pra baixo. Experimente um jogo erótico do eu-faço-se-você-fizer!

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

Ele não fala uma palavra durante o sexo, não diz se está gostando e isso é importante para você. E agora?

A dica é ameaçar o gato em tom sexy. Fale coisas do tipo “Está gostando? Ah, acho que não, vou parar…”. Quando ele pedir pra continuar, rebata: “Então diz que está bom, me chama de gostosa, me convence a ficar aqui”.

Ele vira para o lado e dorme após o sexo. Caramba, que coisa irritante!

A sexóloga explica o porquê disso: “Depois da transa, o homem relaxa pra valer. Já a mulher fica ligada. Isso é bastante comum”. Mas dá pra segurar o gato acordado mais um pouco: coloque uma música, elogie a performance dele, peça (com jeitinho) um cafuné e conte como você curte ficar abraçadinha…

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

Ele não aceita brinquedinhos eróticos e não dá chance para fantasias na cama

Prepare o terreno. Num momento descontraído, diga que uma amiga comprou um brinquedinho e está adorando. Observe a reação dele. “Evite surpresas aqui. O cara pode ficar tímido ou achar que o desempenho está ruim”, alerta a sexóloga.

Conselho extra: Fale com muito jeitinho!

Está certo: se a gente não falar, ele nunca vai saber. Mas a forma como se diz é o grande segredo pra evitar desconfianças e inseguranças da parte dele. Use sempre palavras positivas para estimulá-lo e evite críticas. Em vez de soltar um “você não sabe me tocar direito”, prefira um “seu toque me deixa louca, ainda mais quando é bem aqui”, indicando sua região de prazer. Com jeitinho, vai!

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

(33)

Be-a-bá do prazer: 10 lições pra treinar a pegada

Leave a Reply